• Londrina: (43) 3325-1291
  • Curitiba: (41) 3013-6291
  • Telêmaco Borba: (42) 3272-6255
  • Apucarana: (43) 3122-1010
  • Maringá: (44) 3029-6283
  • Tamarana: (43) 3398-1143
  • WhatsApp: (43) 99830-2514

Contas inativas do FGTS: o que isso tem a ver com você?

Com o objetivo de movimentar a economia do país, o Governo Federal, no ano passado, determinou o saque das contas inativas do FGTS. Segundo a Caixa Econômica Federal, existem, hoje, no país 49,6 milhões de contas inativas, com um saldo aproximado de R$ 43,6 bilhões.

O propósito do Governo ao devolver esses valores ao trabalhador é buscar o aquecimento da economia, que anda abalada com os efeitos da crise.

Com a medida, estima-se que 30 milhões de trabalhadores terão o direito de retirar o dinheiro retido nessas contas. Os pagamentos, que devem acontecer até julho desse ano, irão obedecer a um critério de data de nascimento, e os saques serão autorizados a partir de março desse ano.

Se você tem dúvidas sobre o saque ou mesmo se você tem contas inativas do FGTS, confira o post que preparamos para ajudá-lo!

Como saber se minha conta é inativa?

As contas inativas do FGTS, que permitem o saque, são aquelas que o trabalhador deixou de receber os depósitos do empregador em razão da rescisão ou da extinção do contrato de trabalho.

Antes, só podia sacar o FGTS quem era demitido sem justa causa, ou, ainda, quem tivesse uma conta inativa e permanecesse desempregado por mais de três anos consecutivos. Agora, mesmo quem pediu demissão ou foi demitido por justa causa, até 31 de dezembro de 2015, poderá sacar integralmente o saldo da sua conta.

Logo, se você possui saldo nas contas inativas do FGTS e rescindiu seu contrato de trabalho até dezembro de 2015, tem direito a fazer o saque.

Como consultar o saldo das contas inativas do FGTS?

Para confirmar se sua conta está inativa e quais são os valores que você poderá sacar, existem diferentes maneiras. Essa consulta pode ser feita tanto pelo site, quanto por um aplicativo, internet banking ou agências físicas.

Pelo site da Caixa Econômica Federal, o interessado deve ter em mãos o número do seu NIS (PIS/Pasep), que fica disposto em sua carteira de trabalho, além de uma senha gerada no próprio sistema do site da Caixa. Caso você não tenha senha, é preciso fazer um cadastro eletrônico.

Para realizar a consulta via aplicativo, basta fazer o download do app. A ferramenta, além de fornecer o saldo, permite que o usuário localize pontos de atendimento que estejam próximos. Para fazer a consulta via aplicativo, também é necessário informar o número do NIS.

Quem é cliente da Caixa Econômica pode acessar o saldo via internet banking: basta utilizar a senha bancária e acessar a opção “serviço ao cidadão”

Por fim, também é possível fazer a consulta pessoalmente em uma das agências da Caixa, com o NIS.

Como realizar o saque?

O saque das contas inativas do FGTS, como explicamos, irá priorizar o critério de nascimento. Assim, quem nasceu nos meses de janeiro e fevereiro, por exemplo, pode efetuar o saque até 10 de março e, assim por diante, conforme a tabela abaixo:

Trabalhadores nascidos em

Data para saque

Janeiro e fevereiro

A partir de 10.03.2017

Março, abril e maio

A partir de 10.04.2017

Junho, julho e agosto

A partir de 12.05.2017

Setembro, outubro e novembro

A partir de 16.06.2017

Dezembro

A partir de 14.07.2017

Quem possui dinheiro em contas inativas do FGTS pode sacá-lo integralmente. Porém, cuidado ao consultar seu saldo via internet: verifique se, realmente, está no site da Caixa e em ambiente seguro. Alguns sites falsos já foram colocados no ar com o objetivo de coletar dados dos beneficiários e promover fraudes. Por isso, vale a atenção.

E então, você sabe se tem direito ao saque de contas inativas do FGTS? Confira outras dicas em nosso blog e até a próxima. 

Compartilhe

Inscreva-se na nossa newsletter!

Artigos relacionados

All articles loaded
No more articles to load