• Londrina: (43) 3325-1291
  • Curitiba: (41) 3013-6291
  • Telêmaco Borba: (42) 3272-6255
  • Apucarana: (43) 3122-1010
  • Maringá: (44) 3029-6283
  • Tamarana: (43) 3398-1143
  • WhatsApp: (43) 99830-2514

É possível ajustar a contribuição do INSS pensando no aumento da aposentadoria?

Muitos trabalhadores, quando se veem se aposentando em um futuro breve, começam a pensar na renda com a qual terão que viver. Uma pergunta, então, aparece naturalmente: é possível ajustar a contribuição do INSS pensando no aumento da aposentadoria? Sim. É possível, em determinadas condições. Preparamos esse post cheio de dicas sobre como incrementar o benefício. Confira.

Simule cenários de aposentadoria

O aumento no valor do benefício não se vincula, apenas, à estratégia de incrementar o valor da contribuição do INSS mensal, por conta própria. É preciso fazer uma simulação de cenários, que vai considerar:

  • O tempo de contribuição feito até o presente momento;
  • O valor de cada contribuição;
  • A média dos 80% maiores salários de contribuição;
  • A idade do segurado;
  • A incidência ou não do fator previdenciário;
  • A data pretendida da aposentadoria.

Tenha em mente uma data aproximada de aposentadoria

Como dissemos, ter uma data aproximada de aposentadoria contribui para simular um cenário mais real. Isso porque as contribuições a serem feitas nos anos seguintes entrarão na média considerada na hora do cálculo.

Considere que um homem que contribuiu por 30 anos (360 contribuições) e tem 65 anos de idade. De acordo com a regra 85/95, ele precisará de mais 5 anos de trabalho.

  • Se o trabalhador for ajustar a contribuição do INSS apenas no último ano, serão 12 contribuições do total de 360. É um efeito pequeno (3% das contribuições).
  • Se, por outro lado, ele optar por aumentar a contribuição nos 5 anos restantes (60 meses), já obterá um efeito mais significativo (16% das contribuições).

Como é possível notar, recolhimentos pontuais são inexpressivos, e podem representar um prejuízo, pois não impactam positivamente no aumento da aposentadoria.

Tenha cautela e auxílio de um profissional

O desejo de fazer contribuições maiores para ter um aumento da aposentadoria é comum entre os trabalhadores, mas essa decisão deve ser tomada com cuidado, e depois de uma avaliação: o investimento compensará no valor final do benefício?

Pode ser que o tempo restante de atividade profissional não seja suficiente para impactar no valor do benefício, sendo, até mesmo, mais vantajoso investir os valores adicionais (que seriam destinados a incrementar o valor da contribuição do INSS) em outros destinos, como as aplicações do Tesouro Nacional.

Por este motivo, o auxílio de um profissional é essencial. O trabalhador pode se dirigir a um posto do INSS para simular os dados registrados no sistema para verificar qual seria o valor da aposentadoria atual e qual seria com os valores acrescidos.

Caso prefira, para um atendimento mais específico e adequado ao caso, é válido procurar um advogado especializado em Direito Previdenciário: o que não pode faltar é o amparo de quem conhece os trâmites e pode lhe ajudar a tomar a melhor decisão.

Se você pretende ajustar a contribuição do INSS pensando no aumento da aposentadoria, antes, consulte um profissional para fazer a simulação de cenários e agir com cautela. Qualquer dúvida, entre em contato conosco pelos comentários e até a próxima. 

Compartilhe

Inscreva-se na nossa newsletter!

Artigos relacionados

All articles loaded
No more articles to load