Mitos e verdades: o que você deve saber para dar entrada na aposentadoria

Após as recentes mudanças promovidas na legislação previdenciária, bem como as que estão por vir, inúmeras pessoas estão com dúvidas sobre o melhor momento para dar entrada na aposentadoria. No entanto, antes de tomar essa decisão, é preciso conhecer alguns mitos e verdade que podem alterar bastante a percepção sobre o momento ideal para solicitar o benefício.

Para saber mais, confira!

“Após dar entrada na aposentadoria, vou viver com menos”

Mito. Muita gente acredita que em razão de possuírem um patrimônio constituído e pela ausência de despesas com os filhos terão gastos significativamente menores e assim poderão se sustentar com tranquilidade com uma renda mensal inferior a que recebiam quanto ativos.

Contudo, na prática, não é isso o que ocorre. A maior parte dos aposentados mantém o mesmo padrão de vida de quando ativos, e os gastos com saúde, por exemplo, costumam aumentar significativamente. Logo, acreditar que após a aposentadoria se vive com menos é um grande mito – e se preparar para essa fase da vida com tranquilidade e complementando o benefício, de alguma forma, é uma realidade a ser enfrentada.

“Apenas com o benefício do INSS terei recursos para viver bem durante a aposentadoria”

Mito. Quem pretende contar apenas com o benefício do INSS para viver bem, certamente, acabará se frustrando. Isso porque o valor do beneficio pago pela Previdência Social  pode ser inferior ao salário recebido durante a vida laboral, sendo que a tendência é que o trabalhador mantenha o seu padrão de gastos tornando inviável a utilização do benefício como renda exclusiva.

Assim, para se planejar de forma estratégica e viver bem durante esse período, ao dar a entrada na aposentadoria, é necessário ter em mente que os valores pagos pelo INSS serão em torno de 40% do valor do último salário recebido pelo segurado. Logo, o ideal é poupar ao longo da vidapara garantir a complementação dos 60% faltantes.

“É preciso buscar fontes alternativas de renda durante a aposentadoria”

Verdade. Para dar entrada na aposentadoria com tranquilidade, além de contar com o benefício pago pelo INSS, o segurado deve buscar uma fonte alternativa com o objetivo de complementar sua renda. Caso essa fonte seja um plano de previdência privada, o ideal é ficar atento aos percentuais do salário que serão custeados durante a aposentadoria.

Hoje, um plano de previdência complementar costuma pagar cerca de 48% a 52% do último valor de salário recebido pelo beneficiário, considerando um período de contribuição de, pelo menos, 30 anos.

Portanto, além de não ser suficiente viver apenas com a previdência privada após a aposentadoria, é recomendável poupar ou investir a renda estrategicamente para que, junto com o benefício do INSS, os valores sejam suficientes para proporcionar a qualidade de vida pretendida pelo beneficiário.

“Minhas maiores despesas durante a aposentadoria serão com lazer”

Mito. Uma boa parcela da população acha que a melhor fase da vida será vivida durante a aposentadoria, e, por isso, acredita que os gastos com lazer, hobbies, cursos e viagens serão os que vão consumir a maior fatia do orçamento. Porém, na realidade, não é isso o que ocorre.

Grande parte dos aposentados possui gastos significativos com moradia e saúde, e apenas uma ínfima parcela acaba utilizando o benefício para o lazer.

Com a aposentadoria, a realidade é que a renda apenas diminui e os gastos com a saúde aumentam cada vez mais. Por isso, por uma questão de necessidade, os custos com lazer acabam sendo reduzidos no orçamento.

“Para me aposentar bem, é preciso poupar a vida inteira”

Verdade. Para quem pretende se aposentar com qualidade de vida, o segredo é poupar. Porém, isso não significa que seja necessário viver pensando na aposentadoria, sem aproveitar o presente. A renda costuma variar ao longo da vida laboral, assim, o ideal é seguir poupando mais em épocas de maior abundância e menos nas épocas de maiores gastos necessários. O ideal, para dar entrada na aposentadoria de forma tranquila, é buscar o equilíbrio durante o período que a antecede.

E você, acreditava em alguns desses mitos sobre a vida após dar entrada na aposentadoria? Não deixe de saber mais sobre a regra do 85/95 e aprenda como se planejar para ter qualidade de vida no futuro!

Powered by Rock Convert
Compartilhe

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.