Como o autônomo pode contribuir para o INSS?

O profissional autônomo deve contribuir para o INSS visando uma aposentadoria no futuro. Essa é uma forma de garantir o usufruto de benefícios previdenciários durante a vida laboral e após seu fim.

Mas a aposentadoria do profissional autônomo possui algumas particularidades que podem causar dificuldade, sem contar os problemas que ele enfrenta em sua carreira, como gestão do tempo e gestão das finanças.

Preparamos esse artigo para tirar algumas dúvidas sobre essas questões. Acompanhe. 

O autônomo pode contribuir para o INSS?

De forma bastante simplificada, o profissional autônomo tem a obrigação de contribuir para o INSS e para isso é necessário fazer a inscrição do PIS, escolher o tipo de contribuição previdenciária, preencher a Guia da Previdência Social (GPS) ou o carnê e efetuar o pagamento.

Por ser um profissional autônomo, que presta serviços remunerados por conta própria, ele será responsável por pagar a contribuição conforme a seguinte tabela do INSS:

Salário de Contribuição (R$)

Alíquota (%)

Valor

R$ 937,00

5% (Plano Simplificado Baixa Renda)

R$ 46,85

R$ 937,00

11% (Plano Simplificado Geral)

R$ 103,07

R$ 937,00 a R$ 5.531,31

20% (plano normal)

De R$ 187,40 (sobre o mínimo) até R$ 1.106,26 (sobre o teto)

O autônomo faz suas contribuições para o INSS visando uma aposentadoria no futuro, entretanto, para não ter nenhum problema na hora de solicitar o benefício, é necessário realizar as contribuições de maneira correta. A existência de algum débito junto ao INSS deve ser resolvido o quanto antes, para que não tenha problema no computo do tempo de contribuição e com o salário na concessão da aposentadoria do profissional autônomo.

Como planejar a aposentadoria?

Planejar a aposentadoria deve ser uma prioridade de todos os trabalhadores, mesmo que tenham ingressado há pouco tempo no mercado de trabalho. O profissional autônomo tem a obrigação de contribuir para o INSS da mesma forma que qualquer trabalhador. 

No entanto, diante  da imprevisibilidade dos ganhos em sua profissão, o profissional deve ter maior controle sobre o seu recolhimento, para que possa ter uma tranquilidade com um benefício futuro e não cause desiquilíbrio em sua vida financeira.

Por este motivo, o planejamento financeiro deve ser prioridade para o profissional autônomo. As finanças em dia possibilitam o pagamento das despesas pessoais, a realização de investimentos no próprio negócio e o planejamento de sua aposentadoria.

Auxílio profissional especializado

Como qualquer pessoa, o profissional autônomo deve contribuir para o INSS como forma de pensar em sua aposentadoria. Mas não é só a contribuição que garante uma vida tranquila no futuro: como vimos, é preciso ter um planejamento financeiro para alcançar aos objetivos traçados.

Apesar do conhecimento acerca da atividade que exerce, o autônomo, geralmente, sente dificuldades na gestão administrativa e financeira de sua atividade, o que compromete o planejamento da sua aposentadoria.

Por isso, contar com a ajuda de profissionais especializados em cada um dos planejamentos é muito importante. Assim, os objetivos e as metas a serem realizados em cada plano podem ser atingidos sem grandes dificuldades. Além disso, a presença de um advogado previdenciário é importante para:

  • Orientar sobre os tipos de aposentadoria;

  • O momento ideal para se aposentar;

  • Escolher a forma correta do recolhimento, a fim de garantir uma aposentadoria com o melhor valor do benefício;

  • Lidar com as mudanças na legislação e insegurança frente à reforma previdenciária;

  • Orientar o autônomo sobre a obrigatoriedade de contribuir.

O autônomo deve contribuir para o INSS de forma planejada, com o auxílio profissional adequado, visando obter um bom benefício no futuro. Se você ainda não começou o planejamento de sua aposentadoria, não perca mais tempo: caso tenha alguma dúvida, escreva pra gente pelos comentários e até a próxima. 

 

Powered by Rock Convert
Compartilhe

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.